Desentifique-se do Ego

Uma das batalhas mais árduas que você irá travar em sua vida será contra o seu ego. (Creia quando eu digo que não será fácil). Durante muito tempo, enquanto você não estava aqui, no momento presente, ele assumiu o controle e ditou as regras. Ele ocupou o seu lugar – e ainda está ocupando se você não estiver aqui e agora – e ainda por cima te convenceu de que ele é você. Mas a boa notícia que me contaram e que conto a você com muita alegria é que você não é o seu ego, nem sua mente, nem o seu corpo, nem o seu emprego, nem o seu relacionamento, nem a sua família, nem o seu sexo, nem sua religião, nem a cor do seu cabelo, nem sua nacionalidade. Nada. Republicanos e Democratas não existem aqui. Coxinhas e mortadelas não fazem o menor sentido. Você não é nada disso. Você é muito maior que tudo isso e, principalmente, VOCÊ PODE SER LIVRE. 

O ego te fez esquecer (e luta imensamente para manter esta ilusão) de que você é um ser espiritual tendo uma experiência humana. Não o contrário. Por mais que o ego queira te convencer ou te constranger daquilo que ele quer que você pense ser, você não o é. Corpo e mente são veículos que lhe permitem manifestar a sua existência que corresponde – assim como todos os outros seres humanos e de outras espécies – à grande sabedoria a qual convencionamos chamar de divindade, Deus, Universo. 

Pode parecer chocante pensar que um assassino cruel, um político ganancioso ou quaisquer outro tipo de persona non grata seja parte desta grande teia que nos liga ao divino mas o fato é que absolutamente TUDO é parte integrante de Deus e de mim e de você. Estamos todos interligados. O que ocorre é que a grande maioria das pessoas não apenas nesta vida mas em tantas outras, sejam elas passadas ou vindouras, estão preferindo permanecer latentes, imersas na ignorância de si mesmas. Vivem, por assim dizer, presas ao sofrimento e sob o comando das diversas facetas do Ego, as quais são muito bem desenvolvidas e explicadas pelo mestre espiritual Sri Prem Baba. 

Neste espectro dos aspectos destrutivos do ego que estão as raízes de todas as mazelas que afligem a humanidade e é justamente por não sabermos reconhecê-las que continuamos a criar mais e mais sofrimento, numa espiral sem fim.  

Enquanto não nos tornarmos conscientes de quem somos e das armadilhas do ego, seremos terreno infértil para o florescimento do amor que nos habita e onde o amor não é capaz de florescer é terra féetil para os aspectos destrutivos do ego: a ganância, o ódio, a baixa autoestima, a arrogância, os vícios, a luxúria, a inveja… 

Assim, para retomarmos o estado natural do nosso ser, para voltarmos a ser nutridos pelo grande ventre gerador de toda sabedoria e termos a capacidade de quebrar as correntes do sofrimento, devemos conhecer os aspectos do ego, interromper a identificação com ele e retomarmos a consciência de nossas vidas. 

Enquanto fugirmos desta “lição de casa”, enquanto estivermos confortavelmente acomodados na vitimização, no egocentrismo, no “tocar o fo@#-se”; ignorando os sinais que o Universo nos dá todos os dias (e ele não conspira contra ninguém, OK?), a vida continuará a ser um enorme calvário com poucas ou quase nenhuma chance de você descobrir o real significado do que chamam FELICIDADE. 

*

Gratidão

Despertar para o seu propósito, com a lição de Sri Prem Baba

​É sempre um pouco complicado compreender o verdadeiro sentido da palavra propósito. Esta palavra não tinha muita importância em minha vida até o dia em que a sensação de não pertencimento me tomou por inteira. Sabe quando você se sente um verdadeiro alienígena, uma peça quebrada na engrenagem do mundo, um desconhecido até para si mesmo? O que fazer com aquilo que se chama vida? O que não fazer? Para onde ir? O que buscar? Começam as perguntas…

É como se a criança que existe em nós finalmente conseguisse se fazer ser ouvida. Por quê isto? Por quê aquilo? E por mais que você repita a si mesmo “porque sim”, “as coisas são assim mesmo” , esta criança nunca para de indagar e faz de tudo chamar a sua atenção. Um belo dia você a nota e ela te vence pelo cansaço pois ela quer saber, afinal, para quê veio ao mundo. Não tem mais como declinar. Você a ouve porque ela te venceu pelo grito. 

Tudo se tor a maçante, pesado demais para arrastar por aí. A criança quer liberdade, quer balançar entre as escolhas da vida, muito mais do que o sim e o não. E então começamos o movimento de soltar os cadarços, os laços, as gravatas, de deixar ir, de começar do zero, de rabiscar tudo outra vez e reescrever a própria história. Não pense você que é fácil. Não, não é. Ainda mais quando entre as coisas que você precisa deixar estão a sua casa, a sua família, o seu (ou os seus filhos), sua posição social, seu emprego, casamentos, sociedades, a sua pátria, o seu jeito de fazer as coisas, os hábitos (bons e maus) de sua cultura. A esta altura começa a ver que a vida é muito mais que apenas sobreviver e que é justamente a partir deste ponto que a vida -real – começa a acontecer. 

As lágrimas descem livres, como cachoeira, ao menor e mais inocente estímulo. É porque agora se está à flor da pele. Caíram todas as cascas, as armaduras pesadas de uma existência controlada por padrões estão todas por terra. Agora não se pode mais estar anestesiado / high / apático e as coisas doem de verdade, como o antigo Mertiolate que fez parte de nossas infâncias. Mas este também é o ponto onde começamos a nos libertar para criar o novo, para reaprender a viver e este sentimento de voltar a pertencer a si mesmo é algo indescritível. Entretanto, dói. Dói porque se está crescendo. Dói porque os sapatos do que era antes já não servem mais. Dói porque não sou mais a Paula que eu era, não sou mais os rótulos, os diplomas, os papéis sociais, os adjetivos que o mundo me deu. Dói porque percebemos que não éramos de fato as mães, pais, filhos, maridos, esposas, irmãos, profissionais, e tudo o mais que pensávamos que éramos. Dói porque é preciso reaprender tudo isso pela ótica do Amor e não do medo, que era a base que sustentava boa parte (para não dizer todas) as escolhas que fazíamos. 

Diante desta imensidão de possibilidades, ao contrário daquele ‘mundo’ da escassez, da competição, do ódio, do egoísmo, da ilusão que criamos em nosso entorno, sentimos medo porque estamos ainda apegados aos velhos padrões e identificados com aquilo que pensávamos que éramos, o Ego. 

Como é difícil dar os primeiros passos! Como é difícil aceitar que antes de andar você engatinhou… Como é difícil ter a humildade de aceitar este treino para a nova vida! Quantas vezes, ainda que eu não perceba de imediato, me surpreendo tentando “queimar as etapas” e perdendo a beleza do pôr-do-sol… Quantas vezes me sinto pronta para dar um passo bem grande e, sem conhecer bem o terreno onde meus pés estão pisando, caio, machuco os joelhos e sou obrigada a resguardar a saúde. Quantas vezes me sento cansada à beira do caminho e olho para trás como se estivesse perdendo algo importante. Quanta vaidade, quanto apego, quanta ignorância, meu Deus!

Então, como um milagre, surgem as palavras de Sri Prem Baba que, amorosamente, está empenhado em ajudar a todos os buscadores a encontrar a verdadeira razão de estarmos aqui. Segundo sua definição, “propósito é o modo que  o Amor se manifesta através de você”. No entanto, este Amor não encontra meios de se realizar se você ainda estiver ancorado no medo, Ele não irá se desenvolver e se revelar se a sua existência e sua (in)consciência ainda estiver baseada na sobrevivência. 

Somente quando despertamos desta delusão é que começaremos a aflorar as nossas potencialidades. Enquanto você tiver raiva do mundo, das pessoas e de si mesmo, o propósito será apenas uma semente em terreno árido. Para Prem Baba, propósito tem a ver com o serviço, com tornar o mundo, as pessoas e a si mesmo mais feliz e isto só é possível por meio do Amor, deixando que ele flua em sua consciência como as águas de um rio.

Meditemos em suas palavras. 

🙏

**

♬ Mantra da semana: Mestre Jesus ♬

O mantra desta semana é dedicado ao grande Mestre Jesus.

O Mestre Ascensionado Sananda /Jesus / Cristo foi um dos maiores Curadores Espirituais que andou sobre o planeta Terra.

É mais conhecido no planeta como Jesus, mas em outras esferas, como Sananda. A profundidade do AMOR DIVINO que Sananda / Jesus / Cristo trouxe para toda a humanidade da Terra foi exemplificado pelo que ele se dispôs a fazer há 2.000 anos, quando ancorou o Corpo de Luz para a humanidade. A centelha divina de Cristo vive em cada coração. Cristo é um título que significa UM COM DEUS.

Inúmeras interpretações foram tecidas em torno da vida e da natureza da Jesus . O Novo Testamento, relato mais difundido de seus atos, foi montado com textos escolhidos em concílios cristãos, sob critérios em geral dogmáticos e unilaterais. Ademais, seu sentido original foi deturpado, voluntária ou involuntariamente, com o decorrer do tempo e das traduções sucessivas.

Relatos semelhantes aos da concepção sobrenatural de Jesus, conforme descrita nos Evangelhos,são encontrados na Índia, em relação a Krishna e no Egito Antigo, em relação às suas divindades. O mito criado em torno de Jesus serviu de fundamento para uma religião exotérica, que depois se dividiu em várias facções, cada qual detendo perspectivas mais ou menos transcedentais das mensagens que esse ser veiculou. Algo incomum sempre pairou sobre sua natureza. Rudolf Steiner (1861-1925) apresentou obra notável a respeito dos Evangelhos, com base nas informações que colhia nos registros akáshicos. Explicou como, do ponto de vista esotérico, os corpos de Jesus foram formados tanto por substâncias primordiais, equivalentes ao que havia na Terra antes da queda do homem (o que lhe concedeu saúde e pureza inigualáveis), quanto por elementos que, depois de comporem os corpos sutis de um antigo avatar, foram preservados para essa finalidade.. Os corpos de Jesus foram preparados no decorrer de várias encarnações para a tarefa futura que teriam. Na hora do Batismo, no Jordão, foram então cedidos à entidade Cristo, conforme revelou também Alice Bailey em sua transmissão do ensinamento do Mestre Tibetano Djwall Khul. No processo de encarnação de Cristo em Jesus, aplicou-se uma variante da lei da transmutação com características diferentes das de uma simples transmutação monádica. Por isso não se podem estabelecer os limites entre a manifestação de Cristo e a de Jesus a partir do momento em que essa interação se deu.

O que se conhece da vida de Jesus dá testemunho do seu ensinamento. A entidade cósmica que se exprimiu por seu intermédio manifesta-se aos homens de acordo com a capacidade de eles acolherem sua energia e de acordo com o seu nível de consciência. Jesus deu-se a conhecer como Cristo ao impulsionar nesta humanidade predominantemente o desenvolvimento da alma. À medida que o contacto do homem com o nível anímico se estabelece, a energia crística aflora de modo mais potente e estimula o seu progresso cósmico: o despertar e o desenvolvimento da mônada. Agindo no plano monádico, essa entidade é denominada Samana.

Jesus não se dirigiu a um determinado povo; sua mensagem é universal, como toda a obra da Hierarquia. Nasceu hebreu, mas seguindo um destino mundial e com implicações em toda a humanidade da superfície da Terra. Paul Brunton (A realidade interna) comenta a origem extraterrestre de Jesus. Segundo Blavatsky, Jesus tinha entre suas funções a de trazer a esta humanidade ensinamentos de origem divina, alicerce de uma nova civilização. Sua palavra a princípio irradiou-se pelo Ocidente. Ele sabia que teria poucos seguidores enquanto estivesse no mundo material e também, qual seria o desfecho de sua encarnação. Não veio para fundar organizações, mas para lançar sementes no íntimo dos seres humanos; como não correspondeu às expectativas dos seus contemporâneos, cristalizados na letra morta das escrituras, foi renegado. Apesar das tendências retrógradas e da falta de compreensão da maioria, sua tarefa foi cumprida, pois a energia crística, o Amor-Sabedoria, ancorou no interior do planeta, possibilitando implantar hoje um novo código genético, mais sutil, na parcela resgatável da humanidade. Essa energia, ademais, permitiu à alma humana polarizar-se no nível intuitivo, podendo desvincular-se da regência de certas leis restritivas, como por exemplo a do carma material. Ressalta-se que as palavras “O Reino de Deus está dentro de vós” são uma síntese de um grande ensinamento, cuja essência só agora começa a ser vislumbrada pela humanidade. É no próprio universo interior que o ser humano encontra as origens da sua existência, as causas do que se passa no mundo tangível e o destino que o aguarda. Com essa premissa, mais facilmente se pode compreender a obra de Jesus e a de outros enviados da Hierarquia, bem como colaborar nela.

Série Monja Coen Responde

Olá!

Hoje gostaria de compartilhar uma playlist do Youtube, uma série de perguntas e respostas sobre a maioria dos questionamentos do nosso dia-a-dia, pelo olhar da abençoada Monja Coen. Esta série é uma iniciativa do canal MOVA, que tem uma proposta de apresentar conteúdos que causem boas transformações na sociedade.

Em uma época em que ligar a TV nos causa pânico, medo do futuro e a perda da fé na humanidade, a proposta de compartilhamento de conteúdo com foco no desenvolvimento pessoal me parece de muito bom tom.

Espero que, independente da vertente religiosa de vocês, esta série traga boas reflexões e até mesmo mudança de padrões mentais que estejam impedindo a sua felicidade.

Gratidão!

INFOGRÁFICO: Meditar é possível!

A calma, a serenidade e a paz que você procura está na meditação. Além de promover uma verdadeira limpeza na sua mente, a prática também contribui para sua saúde física, melhora a capacidade de comunicação, relaxa seu corpo e sua mente e confere uma força interior inabalável a seus praticantes. Confira o infográfico e veja como é simples meditar.

b7fe319f7832d0e11265306d6c2590c2.jpg

Via Eu sem fronteiras

♬ Mantra da semana: Saúde física, emocional e mental ♬

♬ OM NAMÓ NARAYÁNAYA ♬

Pronúncia

OM NAMÔ NARAIÁNAIÁ

Significado do mantra

“Glória à felicidade, sabedoria e entrega cósmica do espírito que está em todos os seres e todas as coisas”. Este mantra também é entoado em favor da Paz Mundial.

Energia do mantra

Om Namo Narayanaya, é a expressão de um dos mantras mais poderosos, que pronunciado com pleno conhecimento e uma atitude de presença aqui agora, promove uma verdadeira transformação física, emocional e mental, atraindo a energia cósmica e a sabedoria divina.

Narayana (नारायण) é um outro nome de Vishnu, àquele que sustenta e mantém a ordem cósmica. O mantra Om Namo Narayanaya é a personificação sonora da energia de Vinhsu, aquele que mantém a ordem do universo através da paz, portanto este mantra é na essência um mantra de paz. Vishnu, juntamente com Brahma e Shiva formam a trimuti hundi; Brahma criou o universo, Vishnu sustenta a ordem e Shiva é a renovação.

Swami Vishnudevananda costumava dizer que a repetição do nome de Deus é a melhor prática para se fazer e o mantra Om Namo Narayanaya era um dos mantras preferidos pelo Swami Vishnu. Você por repetir este mantra antes de iniciar uma prática de meditação, com isso você estará preenchendo a sua mente com um prana de paz.

*

Namastê!

Aprenda a fazer uma deliciosa receita clássica de Mousse de Chocolate🍫

Originário da França, a receita inicial do mousse de chocolate levava apenas dois ingredientes: chocolate e ovos.

Criada pelo chef francês Henri Tolouse-Lautrec no ano de 1894, a receita foi evoluindo com o tempo e chegou ao presente com outros ingredientes mas mantendo sempre a textura aerada e o sabor inconfundível do chocolate.

A receita que irei compartilhar com vocês segue as bases tradicionais mas é muito simples.

Para começar você vai precisar dos seguintes ingredientes:

  • 2 barras de 150g de chocolate meio amargo Nestlè©;
  • 5 ovos separados em clara e gema;
  • 2 colheres de sopa de licor ou essência para saborizar;
  • 1 lata de Creme de Leite Nestlè©;
  • 300g de açúcar;
  • 1/2 sachê de gelatina incolor hidratada e dissolvida em 1/4 de copo americano com água.

Primeiro, derreta o chocolate picado em banho-maria e, quando estiver todo derretido acrescente o creme de leite. Feito isso, deixe reservado.

Depois bata as claras com metade do açúcar e quando estiver no ponto de neve, reserve.

Em outro recipiente, bata as gemas, a outra metade do açúcar e a gelatina até a mistura ficar firme e homogênea.

Quando estiver tudo preparado, bata todos os ingredientes em uma batedeira incorporando-os de forma sequenciada até se tornar uma mistura bem homogênea da cor do chocolate. 

Agora, coloque o mousse (que ainda deve estar meio líquido) nos recipientes individuais ou em um refratário grande e leve ao refrigerador.

Deixe gelar por, no mínimo, 5 horas, decore com raspas de chocolate (ou como sua imaginação mandar! 😄) e sirva a seguir.


Esta era a cara do mousse antes de ser levado ao refrigerador. 🍫❤

Aqui vocês podem ver a textura final de nosso delicioso mousse de chocolate: cremoso e aerado como deve ser. 👍

O sabor, como não existe nenhum recurso tecnológico que me permita compartilhar, só irá descobrir quem seguir todos os passos e preparar esta receita que é muito simples de fazer e irá agradar a todos. 

Ah, o rendimento é bem bacana: 8 porções de aproximadamente 200g. 

Buon appetito! 😘 

Ribeirão Preto recebe espetáculo inédito no Circuito Cultural Sicoob Cocred: Jesus Christo Superstar

468cf1_ea814e339b754c248b9d500a4ae58d17.jpg

Teatro D. Pedro II Chegou a vez de Ribeirão Preto participar do Circuito Cultural Sicoob Cocred. Desta vez a cidade receberá a montagem inédita do musical Jesus Christo Superstar, encenado pela Cia. Minaz especialmente para este projeto idealizado pela cooperativa de crédito Sicoob Cocred. A apresentação será no dia 5 de junho, às 19 horas, no Teatro D. Pedro II, que possui capacidade para 1300 pessoas. O Circuito Cultural Sicoob Cocred já passou por três cidades: Franca, com a peça “Ópera do Malandro”; Barretos, com a apresentação de “Viola Enluarada” e Serrana, com “Os Tenores”.

Além de incentivar a arte por meio de espetáculos conhecidos nacional e internacionalmente, o ponto alto do projeto é a participação e o prestígio de toda a comunidade. Em todas as cidades os eventos tiveram recordes de público e a arrecadação para as entidades beneficentes já superaram mais de uma tonelada e meia de alimentos não perecíveis e outros itens de necessidade. Durante o ano de 2016, sete cidades em que a cooperativa está presente participarão do circuito.

A expectativa para Ribeirão Preto é repetir o sucesso dos espetáculos anteriores feito por meio de outras ações da cooperativa. “Em 2012, realizamos um projeto de teatro itinerante em pareceria com o Serviço de Aprendizado Cooperativo do Estado de São Paulo (Sescoop) e trouxemos para Ribeirão a peça As Aventuras de Gulliver, voltada para o público infantil. Foi muito emocionante e gratificante para todos nós, já que a maioria das crianças que assistiram a peça nunca tinham ido ao D. Pedro e também ainda não tinham tido a oportunidade de ir a uma apresentação teatral. Possibilitar este acesso é muito importante para nós pois sabemos que a arte pode transformar o mundo”, afirma o diretor Administrativo / Financeiro da Sicoob Cocred, Márcio Fernando Meloni.

Para saber mais sobre os espetáculos e sobre a programação completa do Circuito Cultural Sicoob Cocred acesse a fanpage da cooperativa ou acesse o site da Cia. Minaz.

Serviço:

Jesus Christo Superstar

Local: Theatro D. Pedro II

Data: Domingo, 5 de junho.

Horário: 19hs

Ingressos: Um quilo de alimento não perecível por um ingresso. A arrecadação deste evento será em prol do Fundo de Solidariedade de Ribeirão Preto

Censura: 10 anos

Pontos de troca: Theatro D. Pedro II, na Rua Álvares Cabral, 370 e Cia. Minaz, na Rua Carlos Chagas, 273.

 

Que tal mandar uma carta de amor?

💌💌💌💌💌💌💌💌💌💌💌💌💌

Em tempos de whatsapp, e-mail, messenger e outros meios de comunicação virtuais bate uma saudade do tempo em que as expressões de amor eram analógicas, não é mesmo?

Botões de rosa com pétalas grafadas com mensagens de admiradores secretos, bouquets de rosa com bilhetes enigmáticos e também as cartas que, muitas vezes traziam um pouco do perfume de seu autor ou autora ou mesmo a impressão dos lábios: o primeiro emoticon que se tem notícia. 💋

Esses dias, revisitei o passado enquanto organizava algumas pastas e caixas. Em uma delas encontrei várias cartas e bilhetes. Deixo abaixo os fragmentos dos trechos mais belos que fizeram meu coração sorrir.

E já que o dia dos namorados está chegando, que tal surpreender seu amor com uma linda carta escrita à mão?

“Meu amor

As maiores sensações que tive em minha vida, em sua maior parte, foram influenciadas por um sentimento de natureza tão misteriosa e pura que me sinto inadequada, por ser objeto de suas determinações, para tentar explicá-lo.

Os sentidos parecem involuntários à minha vontade. Meu corpo se move e dança no espaço, onde as coisas não possuem os limites impostos pela gravidade. Minha mente é satélite de tua  existência.

Dias atrás li em seus olhos os versos que nunca havia escrito antes. A tua presença, meu amor, me aproxima de daquilo que verdadeiramente sou(…)”

“Amor, difícil arte de conjugar os sentidos, de dizer as palavras mais nas horas mais íntimas, de acordar em meio à noite escura só para olhar para o lado, suspirar de contentamento e dormir. É a arte de dizer a verdade mesmo quando apenas os mentirosos triunfam, aprender uma nova receita para surpreender seu paladar, chorar frouxamente ao ver filmes que só fazem sentido a corações sensíveis, temer os dias vindouros, querer um mundo melhor. Amor, difícil arte de amar…”

“O amor chegou e não foi tardio. Chegou como a primavera quando ainda não destruíamos a vida. Veio enfim, como uma noite de sono para quem há muito não dormia.

Enquanto nos delírios do mundo eu me esvaia, toda complexa fórmula alquímica se compunha para que o dia em que meu coração tocasse o teu ocorresse o milagre que transforma a mera sílica no mais belo cristal. Sim, coisas sublimes são geradas a partir de poeiras vulgares. Um planeta talvez o explique.(…)”

image